Os princípios macro hermenêuticos do santuário celestial e suas implicações – Parte I

  • Carlos Flavio Teixeira
Palabras clave: teologia adventista, santuário celestial, princípios macro hermenêuticos, historicidade, correspondência

Resumen

Este artigo é o primeiro de um estudo de duas partes que trata dos princípios macro hermenêuticos do santuário celestial conforme reivindicados nas Escrituras Sagradas e identificáveis à luz da compreensãohistoricista do tema. Começa definindo a macro hermenêutica e lembra sua importante conexão com as realidades do santuário celestial. Segue reconhecendo a existência e significado dos princípios fundamentaisde correspondências ontológica, estrutural e funcional entre os santuários celestial e terrestre – conforme estabelecidos na Bíblia e reafirmados nos escritos de Ellen G. White – enfatizando o papel macro hermenêutico desses princípios para a constituição e manutenção do sistema teológico adventista do sétimo dia. Na segunda parte, à luz dessa perspectiva por vezes chamada de literal, se destaca a emblemática coexistência das noções metafórica e simbólica acerca do santuário celestial que vêm ganhando espaço no meio adventista, notando-se as implicações e desafios de tais proposições para a teologia e a prática da Igreja Adventista. 
Publicado
2020-07-27